You are currently viewing Publicidade médica: O que pode e não pode nas redes sociais?
Foto do acervo do site Freepik. Imagem por @katemangostar

Publicidade médica: O que pode e não pode nas redes sociais?

A expansão das mídias sociais tem mudado a forma como o profissional da saúde se relaciona com a sociedade. A popularidade de perfis desse segmento tem sido cada vez maior na internet. Desde então, a comunidade médica têm questionado de que modo o médico pode exercer seu direito de divulgar seu conhecimento sem ferir valores éticos. A recomendação é que esses profissionais utilizem as redes sociais para atrair novos pacientes por meio de publicações com conteúdos informativos e dinâmicos sobre a área da saúde. Mas afinal, investir na produção de conteúdo para a internet de forma descontraída é uma boa estratégia? O que pode e o que não pode ser feito? No texto abaixo falamos um pouco sobre o uso das redes sociais na área da saúde sem ultrapassar as barreiras éticas.

De maneira geral, a publicidade médica tem como objetivo orientar os pacientes de forma educativa e informacional, se distanciando daquela publicidade que tem como finalidade a venda de um produto ou ações publicitárias com práticas meramente comerciais. O Órgão responsável por regulamentar e fiscalizar o exercício desta publicidade é o Conselho Federal de Medicina – CFM, que elaborou as Resoluções n.º 1.974/2011, 2.126/2015 e 2.133/2015 sobre o tema. Quando falamos do médico pessoa física, as redes sociais são vantajosas porque permitem o contato direto com o público e a divulgação de informações interessantes que podem auxiliar pacientes e as pessoas em geral.

Sendo assim, elencamos alguns tópicos com indicações do que pode e do que não pode ser feito na publicidade médica. Confira!

✅ O QUE É PERMITIDO:
➡ Informar o número de registro do CRM e especialidade (Obrigatório)
➡ Divulgar participação em eventos acadêmicos e científicos
➡ Divulgar novos tratamentos disponíveis no mercado
➡ Publicar fotos com sua equipe de trabalho
➡ Publicar fotos com seus professores / preceptores
➡ Dar dicas sobre saúde e a prevenção de doenças
➡ Fazer esclarecimentos gerais sobre doenças e outras questões de saúde (Somente se for cientificamente comprovado)
➡ Incentivar bons hábitos de vida e rotina cotidiana

❎ O QUE É PROIBIDO:
➡ Divulgar imagens de antes e depois de pacientes
➡ Publicar fotos em salas cirúrgicas
➡ Publicar fotos com pacientes
➡ Publicar selfies em local de trabalho
➡ Realizar consultas por chat ou comentários
➡ Promover equipamentos
➡ Divulgar preços ou descontos
➡ Fazer elogios e agradecimentos reiterados de terceiros

O descumprimento às regras de publicidade médica pode levar o profissional a responder um Processo Ético Profissional por falta disciplinar e, inclusive, resultar na condenação do médico por violação ao Código de Ética Médica.

Ainda tem dúvidas? Fale com nosso time de especialistas para contar com o apoio na elaboração da sua comunicação com seus pacientes!